#Guitarrista

Artigos

Três guitarras eléctricas para todos os gostos

Publicado há

-

Dos que estão a dar os primeiros passos no mundo das guitarras até aos experts, e dos modelos mais económicos até aos que exigem um esforço financeiro maior, a Guitarrista destaca três guitarras eléctricas à venda na maioria das lojas de Portugal e do Brasil!

Squier Bullet Mustang

Nos momentos que antecedem a iniciação do processo de aprendizagem, é necessário optar por uma guitarra razoavelmente leve e um braço de tamanho apropriado para acomodar mãos pequenas. Já para não falar que a guitarra tem que ser suficientemente fixe, uma vez que o estilo é um factor crucial para aprendizes de idades mais tenras. A Squier Bullet Mustang é tudo isso e muito mais! Devidamente equipada com uma dupla de humbuckers, o preço situa-se entre os €115-€130, tornando-a bastante acessível. Excelente para a introdução à guitarra eléctrica!

Epiphone Les Paul Standard

A Epiphone tornou-se sinónimo de valor e nos últimos anos o modelo Les Paul Standard ganhou um lugar de referência entre milhares de guitarristas. Tal acontece por boas razões, uma vez que esta Epiphone garante um instrumento bem construído, apresenta uma boa sonoridade e o seu preço acessível de aproximadamente €500 não limpa a nossa conta bancária. Qualidade, preço e performance, combinado numa só guitarra!

Fender Vintera ’60s Telecaster Modified

Para os que privilegiam a vibe que o instrumento transmite, a série Vintera combina o design simples da Telecaster com alguns ajustes que potenciam a sua versatilidade. Uma guitarra que nos dá acesso a opções de pickups únicas e uma variedade de tones por onde escolher. Um modelo clássico preparado para o mundo moderno! Quanto ao preço, situa-se ligeiramente abaixo dos €900.

Artigos

A guitarra rebelde, transgressora e psicodélica de Julico

Publicado há

-

O Brasil possui uma linha bem caraterística quando se trata de guitarra. A guitarra no rock e até na música popular brasileira, durante as décadas de 1960 e 1970, destaca uma simbologia rebelde e transgressora, e o guitarrista Julico traz uma viagem de volta a esse ritmo único, aventurando-se na fusão do soul, do funk e psicodelismo da música brasileira, mesclado com a modernidade e tecnologia das guitarras atuais.

Passeando entre os riffs, distorções e um solo técnico energizante, Julico, guitarrista da banda The Baggios, oferece-nos um EP solo intitulado ‘Ikê Maré’ onde a verve da música brasileira setentista dá o tom ao disco com muito psicodelismo inspirados nas guitarras dos gênios Sérgio Dias (Os Mutantes), Pepeu Gomes (Novos Baianos) e um pitada de Robertinho do Recife.

Continuar a ler

Artigos

Morreu Alexi Laiho, ex-frontman dos Children Of Bodom

Publicado há

-

Morreu Alexi Laiho, ex-vocalista e guitarrista da banda de death metal melódico Children Of Bodom. O músico Finlandês tinha 41 anos e as causas da morte, ainda que não tenham sido reveladas, poderão estar ligadas aos problemas de saúde de que o músico vinha a sofrer nos últimos anos.

A notícia foi avançada no Facebook pelos seus antigos colegas de banda, que escreveram: «Mais de 25 anos de amizade. Perdemos um irmão. O mundo perdeu um compositor fenomenal e um dos melhores guitarristas de sempre. As memórias e a música do Alexi viverão para sempre.»

Laiho foi guitarrista e vocalista dos Children Of Bodom desde a sua fundação, em 1993, até 2019, quando abandonou a banda juntamente com o guitarrista Daniel Freyberg e fundou os Bodom After Midnight.

Continuar a ler

Artigos

Guitarristas que partiram em 2020

Publicado há

-

A Guitarrista recorda alguns dos guitarristas que partiram em 2020.

Edward Van Halen (26/01/1955 – 06/10/2020)

Van Halen mudou para sempre a forma como víamos a guitarra eléctrica, o que valeu a distinção de Deus da guitarra entre os seus pares. Ao longo da sua carreira, desenvolveu a técnica de tapping e protagonizou momentos célebres como o solo registado em Beat It, de Michael Jackson. Van Halen, que liderou uma revolução no universo do rock que não se via desde os tempos de Jimi Hendrix, faleceu vítima de cancro.


Peter Green (29/10/1946 – 27/07/2020)

Peter Green foi um dos nomes mais influentes do blues rock que inundou a década de 1960, posição que conquistou durante o breve período em que esteve ao serviço dos Fleetwood Mac. Os singles Black Magic Woman, Albatross, Man of the World, Oh Well e The Green Manalishi, ganharam um lugar de destaque na história da banda, que dava assim os primeiros passos rumo à exposição internacional. Faleceu com 73 anos.


Tony Rice (08/06/1951 – 25/12/2020)

Foi na manhã de Natal que Tony Rice, um dos guitarristas mais influentes do bluegrass, faleceu. O músico de 69 anos tocou no álbum de 1975 dos New South,  J.D. Crowe and the New South, considerado um marco crucial para a ascensão do bluegrass progressivo, um género que dá ênfase a solos improvisados e que se inspira em elementos do rock e do jazz.


Alan Merrill (19/02/1951 – 29/03/2020)

O guitarrista por detrás de I Love Rock’n’Roll, um êxito de 1982 interpretado por Joan Jett e revisitado ao longo das décadas seguintes por inúmeros artistas, faleceu vítima de coronavírus.

Continuar a ler