#Guitarrista

Análises

Reverend Charger RA (Apresentação)

Publicado há

-

Análises

Chapman ML3 BEA

Publicado há

-

A Guitarrista testou o modelo ML3 BEA, da Chapman! Subscreve o canal e visita-nos online em www.guitarrista.pt Visita a Musix em www.musix.com

Continuar a ler

Análises

Squier Bullet Mustang

Publicado há

-

Neste vídeo damos-te a conhecer o modelo Bullet Mustang, da Squier. Habilita-te a ganhar uma guitarra na compra da primeira edição da Guitarrista! Compra já aqui: https://bit.ly/guitarrista01

Continuar a ler

Análises

Peavey Invective MH: Visão Periférica

Publicado há

-

A colaboração entre a Peavey e Misha Mansoor, guitarrista da banda norte-americana de metal progressivo Periphery, já tinha dado frutos na forma do Peavey Invective.120, e embora tenha sido recebido com alguma excitação, uma grande fatia dos guitarristas de hoje não tem uma necessidade real de uma potência de 120 watts, reajustando as suas preferências para modelos mais leves e de dimensões reduzidas, que facilitem a actividade musical na estrada. Foi por isso que o fabricante dos Estados Unidos requisitou novamente o input de Mansoor para o desenvolvimento do Peavey Invective MH, disponibilizado ao público durante este último Verão. A sequela possui metade do tamanho do seu antecessor e fornece uma potência de 20 watts, contribuindo assim para uma redução de mil euros no preço de venda ao público e garantindo a manutenção das características inovadoras com que o modelo anterior se deu a conhecer.

À primeira vista, o Peavey Invective MH pode suscitar dúvidas por estar compactado numa configuração Mini Head, mas este equipamento está equipado com mais opções do que as que podemos encontrar maioria das versões ampliadas de cabeças de guitarra. O amplificador de dois canais apresenta um par de válvulas EL84 e três válvulas 12AX7 de pré-amp, com a sofisticada interface Mic Simulated Direct incluída entre as suas funcionalidades. O canal clean permite a gestão dos controlos gain, agudos e graves, enquanto que o canal lead oferece a configuração do pre gain, agudos, médios, graves e post gain, abrindo ainda espaço para a inclusão das funções gate, tight e boost. O Invective MH contém ainda um interruptor para alternar a potência entre 20, 5 ou 1 watt, canais de saída de headphones e footswitch para o controlo das funções.

O canal clean atribui uma sonoridade limpa aos tones, podendo ser levado ao overdrive mediante a utilização de pickups humbucker fortes. Mesmo com o gain travado na posição 10, o som limpo e imaculado dos tones poderá ser conseguido se a guitarra for tocada mais gentilmente ou o volume for ligeiramente diminuído no knob do instrumento. Já o canal lead é uma autêntica besta capaz de gerar uma distorção complexa para um amplificador de 20 watts, atingindo níveis ricos de saturação que rivalizam com equipamento na casa dos milhares de euros. Os riffs rápidos vão lançar um ataque explosivo nas colunas, que os converterão numa sonoridade bem definida e nítida. Os controlos EQ individuais acrescentam mais flexibilidade, enviando tones mais directos para o sistema de áudio, fechando assim uma lista extensa de funcionalidades que fazem do MH uma óptima escolha para os músicos que procuram um equipamento compacto para tocar ao vivo. À data de publicação do artigo, o Peavey Invective MH está disponível no mercado por aproximadamente 700 euros.

Continuar a ler