#Guitarrista

Notícias

Jimmy Page revela amplificador usado na gravação de “Whole Lotta Love”

Publicado há

-

Em entrevista à Guitar World, o guitarrista dos Led Zeppelin entrou em detalhe relativamente ao equipamento usado no registo dos primeiros discos da banda, incluindo o setup adoptado para a gravação de Whole Lotta Love.

Jimmy Page revelou que a transição de uma Fender Telecaster para uma Gibson Les Paul inspirou igualmente uma mudança na escolha do amplificador ideal. «O amplificador usado na gravação do primeiro disco foi um Supro [Coronado 1690T]», confirma. «Trabalha muito bem com uma Telecaster, mas com a Gibson [Les Paul] apresentava uma sonoridade com muito overdrive e, quando entrei em estúdio, entendi que era um som demasiado radical. Então, arranjei um amplificador Burns, mas quando o Paul Samwell-Smith abandonou os Yardbirds, deixou o seu equipamento para trás – umas cabeças da Vox. Conheço estes amplificadores como Super Beatles, pois os Beatles usavam-nos por não conseguirem ouvir os seus instrumentos por cima de tantos gritos. Então, necessitavam de amplificadores mais potentes, tarefa que a Vox cumpriu.»

Page revelou o amplificador usado que se pode ouvir num dos hits mais icónicos dos Led Zeppelin: «Usei os amplificadores Super Beatles com colunas Rickenbacker Transonic», relembra. «É exactamente isso que podem ouvir em Whole Lotta Love

Quando a banda embarcou em digressões mais intensas, Page reconfigurou o seu setup para acomodar o icónico equipamento da Marshall, que era à altura mais fácil de substituir. «Em 1969 tínhamos muito trabalho pela frente e o nosso tour manager estava a ficar nervoso com a possibilidade do amplificador avariar e não conseguirmos substituí-lo», reflecte. «Então disseram-me, ‘Bem, toda a gente usa Marshalls’, pelo que escolhi um Hiwatt Custom 100s antes de chegar aos Marshalls. Quando me decidi pela Marshall, percebi que aquilo que diziam era absolutamente verdade – se avariar, encontras facilmente uma loja que vai ter um à venda.»

O músico confidenciou também que o confinamento levou-o a uma reaproximação à guitarra, não se sabendo se tal o irá conduzir à composição de novos temas originais.