#Guitarrista

Artigos

Guitarristas que partiram em 2020

Publicado há

-

A Guitarrista recorda alguns dos guitarristas que partiram em 2020.

Edward Van Halen (26/01/1955 – 06/10/2020)

Van Halen mudou para sempre a forma como víamos a guitarra eléctrica, o que valeu a distinção de Deus da guitarra entre os seus pares. Ao longo da sua carreira, desenvolveu a técnica de tapping e protagonizou momentos célebres como o solo registado em Beat It, de Michael Jackson. Van Halen, que liderou uma revolução no universo do rock que não se via desde os tempos de Jimi Hendrix, faleceu vítima de cancro.


Peter Green (29/10/1946 – 27/07/2020)

Peter Green foi um dos nomes mais influentes do blues rock que inundou a década de 1960, posição que conquistou durante o breve período em que esteve ao serviço dos Fleetwood Mac. Os singles Black Magic Woman, Albatross, Man of the World, Oh Well e The Green Manalishi, ganharam um lugar de destaque na história da banda, que dava assim os primeiros passos rumo à exposição internacional. Faleceu com 73 anos.


Tony Rice (08/06/1951 – 25/12/2020)

Foi na manhã de Natal que Tony Rice, um dos guitarristas mais influentes do bluegrass, faleceu. O músico de 69 anos tocou no álbum de 1975 dos New South,  J.D. Crowe and the New South, considerado um marco crucial para a ascensão do bluegrass progressivo, um género que dá ênfase a solos improvisados e que se inspira em elementos do rock e do jazz.


Alan Merrill (19/02/1951 – 29/03/2020)

O guitarrista por detrás de I Love Rock’n’Roll, um êxito de 1982 interpretado por Joan Jett e revisitado ao longo das décadas seguintes por inúmeros artistas, faleceu vítima de coronavírus.