#Guitarrista

Artigos

Grunge: 10 Grandes Riffs

Publicado há

-

Foi já na recta final de 1991 que o grunge se tornou naquilo que nos dias de hoje chamamos de viral, e durante os anos que se seguiram assumiu-se como a peça central do rock, tal foi a cobertura que recebeu na imprensa e na MTV. A Guitarrista destaca 10 grandes riffs de guitarra saídos desta era em que reinaram gigantes como Nirvana, Pearl Jam, Soundgarden e Alice In Chains.

ALICE IN CHAINS
Them Bones
Nenhuma outra banda do movimento grunge oferece riffs em quantidade proporcional à qualidade como os Alice In Chains. Them Bones, tema de abertura do clássico Dirt, é um dos riffs mais brutais que Jerry Cantrell já nos ofereceu.

HOLE
Violet
Um dos singles mais badalados de Live Through This, Violet apresenta um riff que cumpre todos os requisitos do grunge e é igualmente capaz de inovar ao ser executado ao estilo bolero.

L7
Pretend We’re Dead
Nativas de Los Angeles e não de Seattle, as L7 eram a excepção à regra e com Pretend We’re Dead Sonita Sparks e Suzi Gardner ofereceram uma gema inegável do grunge.

MAD SEASON
Lifeless Dead
A última coisa que nos vem à mente depois de pensarmos em grunge é uma guitarra de 12 cordas, ainda assim, o supergrupo Mad Season, que tinha Layne Staley na voz, escolhe uma Gibson EDS-1275 para o riff principal de Lifeless Dead. Uma decisão acertada!

MELVINS
Set Me Straight
Considerados os avós do grunge, os Melvins têm em Houdini o seu disco mais icónico e melódico. Houdini foi produzido por Kurt Cobain, dos Nirvana.

MUDHONEY
Touch Me I’m Sick

A distorção nas guitarras já era uma norma no final da década de 1980 e Touch Me I’m Sick, com o seu admirável espírito de garagem, é um dos hinos definitivos do grunge.

NIRVANA
Smells Like Teen Spirit
Ninguém pode dizer que ficou surpreendido por encontrar Smells Like Teen Spirit nesta lista, tal foi o impacto que o single dos Nirvana teve no movimento rock global. O riff composto por apenas quatro powerchords é dos mais conhecidos em todo o mundo e deu origem a uma nova geração de guitarristas, sendo um dos ritos de passagem mais comuns na introdução à guitarra eléctrica.

PEARL JAM
Alive
Com assinatura de Stone Gossard e com origem nos tempos dos Mother Love Bone, Alive é a música que introduziu muitos fãs ao mundo dos Pearl Jam.

SOUNDGARDEN
Outshined
Um riff que transformou os Soundgarden em mais um nome de sucesso saído da cena grunge, com Chris Cornell a conduzir esta icónica faixa no tempo 7/4.

TEMPLE OF THE DOG
Hunger Strike
A duração dos Temple Of The Dog enquanto colectivo pode ter sido curta mas não os impediu de registar um par de riffs memoráveis, como é o caso deste riff criado por Chris Cornell.

Compra o livro Kurt Cobain: A História Contada Em Guitarras nesta ligação.