#Guitarrista

Música

Dino Cazares, dos Fear Factory, fala sobre impacto da COVID-19 e inflação nas digressões

Publicado há

-

A COVID-19 continua a causar estragos na indústria musical, afectando os custos relacionados com as digressões e consequentemente os ganhos das bandas. Em entrevisa ao Vulgar Display of Podcast, Dino Cazares, guitarrista dos Fear Factory, que juntamente com os seus colegas de banda se prepara para dar início à tour de promoção de Recoded em território norte-americano, comentou o seguinte: «Muito mudou nestes últimos anos, com a economia a passar dos limites, com a gasolina e até com a disponibilidade de certas coisas, até mesmo dos motoristas. Até arranjar um motorista é complicado.»

O músico prosseguiu: «As pessoas não conhecem as despesas das digressões deste tipo. Tudo nos afecta, desde as salas que ficam com uma percentagem grande das vendas de merch até aos preços exagerados do combustível. Não vamos conseguir fazer o dinheiro que conseguíamos fazer normalmente, mas ainda assim vamos fazer esta tour; estamos comprometidos. Mal podemos esperar para nos fazermos à estrada e tocar em frente de todas essas pessoas.»

Os problemas económicos não se ficam por aqui, conforme Cazares explica: «O preço da comida ficou exageradamente alto e muitas pessoas podem relacionar-se com isso. Se é difícil para alguém pagar a renda ou comprar comida, imaginem como é para nós andar na estrada. As pessoas têm esta ideia errada de que só porque andamos na estrada fazemos muito dinheiro e somos ricos mas na realidade somos tão afectados quanto toda a gente. Mais até, pois temos mais despesas gerais.»

A digressão dos Fear Factory arranca em Fevereiro de 2023.